Copa del Rey MAPFRE coloca classe 100% feminina

18/03/2019 11:09

Copa del Rey MAPFRE, semana de vela disputada em Palma de Maiorca, na Espanha, inova ao colocar a Woman’s Cup em 2019

O tradicional evento de vela oceânica será disputado entre os dias 27 de julho e 3 de agosto.

Em sua 38ª edição, os organizadores definiram uma classe exclusiva para mulheres, a Viper 640 (para quatro tripulantes).

Ao todo, dez equipes irão disputar as regatas nas águas de Palma de Maiorca.

A tradicional semana de vela da Europa, comparada à Semana de Vela de Ilhabela,  reúne centenas de barcos todos os anos.

E será a primeira vez que uma categoria 100% feminina terá uma campeã de fato!

A Copa del Rey MAPFRE anunciou 15 dias atrás o novo sistema de classificação com regatas decisivas, uma espécie de final.

 

O objetivo dos espanhóis é reforçar a participação feminina na vela, como fazem os comitês organizadores de Tóquio 2020 e Paris 2024.

A opção foi colocar em jogo o talento e a experiência de cada comandante e suas tripulações com barcos iguais.

 

Na Copa del Rey MAPFRE serão regatas de qualificação de segunda a quinta-feira com um máximo de oito provas e um descarte, e as finais na sexta-feira e sábado, com três regatas (sem o descarte do pior resultado)

”Temos ido um pouco mais longe, facilitando tripulações femininas em disputar a Copa del Rey”.

”Historicamente tínhamos apenas uma ou duas equipes femininas. Desta forma, garantimos pelos menos dez times”, disse Javier Sanz, presidente do Real Club Náutico de Palma.

Sobre a eleição de um barco monotipo, Manuel Fraga, diretor esportivo PNTR, disse que não foi fácil a escolha.

”Depois de várias análises, chegamos ao Viper 640 pela sua solidez e simplicidade”.

Acesse o Aviso de Regata

 

 

Autor: Flávio Perez

Flávio Perez é jornalista esportivo e gestor de esportes.

Compartilhe: