Dongfeng Race Team lidera provisoriamente penúltima etapa

11/06/2018 19:19
Leg 10, from Cardiff to Gothenburg, day 2 on board AkzoNobel. 11 June, 2018. Simeon Tienpoint giving Brad Farrand a helping hand

A disputa da décima etapa da Volvo Ocean Race segue bastante acirrada nesta segunda-feira (11), quase 24 horas após a largada de Cardiff (País de Gales) com destino a Gotemburgo (Suécia). Regta terá 1.300 milhas ao todo.

O líder da classificação geral é o que mantém a melhor média de velocidade no início da penúltima perna. O Dongfeng Race Team foi o primeiro a passar pela Fastnet Rock, na ponta sul da Irlanda.

O time chinês tem vantagem de um ponto em relação ao MAPFRE e três do Team Brunel na classificação geral. Por isso, conseguir somar mais pontos nessa etapa pode ser decisivo.

Desde que deixaram a capital galesa, os barcos enfrentam ventos inconstantes e soprando fraco – menos de 10 nós de média.

“Depois do início nos tentamos andar, mas depois estacionamos junto com o MAPFRE”, disse Bouwe Bekking, comandante do Team Brunel. ”O Dongfeng veio de trás com pressão e pegou a liderança. Lentamente a brisa aumentou durante a noite e tivemos que fazer várias mudanças de vela, que foram perfeitamente cronometradas”.

O Team Sun Hung Kai / Scallywag, por exemplo, foi forçado a ancorar na noite passada por causa da maré contrária e do vento fraco.

A menos de cinco quilômetros de distância do Dongfeng, em sexto lugar, o Vestas 11th Hour Racing estava se preparando para fazer todo o possível para pegar seus rivais.

“Tivemos um bom começo e, de repente, tudo foi revertido”, disse Jena Mai Hansen, do Vestas 11th Hour Racing. “No momento, ainda podemos ver todo mundo, então só precisamos de um pouco mais para que possamos pegá-los”.

Depois de passar pela Fastnet Rock, a flotilha vai por Bull Rock e começará a curva à direita para subir a costa oeste da Irlanda, em ventos contrários.

“Esta perna é complicada”, explicou Dee Caffari, do Turn the Tide. ”Muita terra em ambos os lados, algumas plataformas de petróleo e parques eólicos. Vai ser um trabalho muito intenso para o navegador”.

Leg 10, from Cardiff to Gothenburg, Day 02. 11 June, 2018.

Classificação geral da Volvo Ocean Race

1. Dongfeng Race Team – 60 pontos

2. MAPFRE – 59 pontos

3. Team Brunel – 57 pontos

4. team AkzoNobel – 48 pontos

5. Vestas 11 horas de corrida – 36 pontos

6. SHK / Scallywag – 29 pontos

7. Turn the Tide on Plastic – 26 pontos

** Se houver igualdade na classificação geral, a tabela da In-Port Race Series será usada para desempate.

Classificação geral das In-Port Race Series

1. MAPFRE – 56 pontos

2. Dongfeng Race Team – 49 pontos

4. Team Brunel – 41 pontos

3. team AkzoNobel – 39 pontos

5. Vestas 11 horas de corrida – 26 pontos

6. Sun Hung Kai / Scallywag – 21 pontos

7. Turn the Tide on Plastic – 17 pontos

Leg 10, from Cardiff to Gothenburg, Day 02. 11 June, 2018.

O cara da vela olímpica brasileira

Não é de hoje que Jorge Zarif dá pinta que substituirá Robert Scheidt como grande nome da vela olímpica nacional no masculino.

Em Marselha, o paulista se tornou o campeão da Copa do Mundo da World Sailing, antes chamada de ISAF. O brasileiro venceu a regata da medalha da classe Finn e conquistou o ouro

“Tive uma largada terrível. Honestamente, não fazia ideia do que seria melhor, direita ou esquerda, e fiquei no meio da flotilha. Então vi muito vento vindo pelo lado direito. Tentei ir por ali e deu certo. Desta vez tive sorte”, descreveu.

A próxima competição do Jorginho será o Mundial de Classes Olímpicas, em Aarhus, na Dinamarca, a partir de 30 de julho.

“O objetivo no Mundial é classificar o Brasil. Vai ser muito difícil. São só oito vagas nessa primeira classificatória. Vou lutar para estar mais uma vez nos Jogos e, se vier uma medalha em Aarhus, melhor ainda”, disse Zarif.

Confira os resultados completos do Brasil em Marselha:

Finn – Jorge Zarif, ouro, 34 p.p.

470 – Fernanda Oliveira/ Ana Barbachan, 6º lugar, 63 p.p.

Nacra 17 – João Bulhões/ Gabriela Nicolino, 9º lugar, 92 p.p.

Nacra 17 – Samuel Albrecht/ Bruna Martinelli, 10º, 99 p.p.

RS:X Feminina – Patrícia Freitas, 9º lugar, 78 p.p.

Sailing’s 2018 World Cup Series will conclude with the Final in Marseille, France from 3-10 June 2018. Following three Rounds in Japan, USA and France, the Final sees the Series Champions crowned in eight fleets. A total of 212 sailors from 34 nations will race in 156 boats in Marseille.
© Pedro Martinez/Sailing Energy/World Sailing

 

No feminino, só para deixar registrado, Martine Grael e Kahena Kunze estão na hegemonia correndo de 49er FX.