Sun Hung Kai/Scallywag acelera para Hong Kong

15/01/2018 17:51
Leg 4, Melbourne to Hong Kong, day 14 David Witt and Grant Wharington on board Sun Hung Kai/Scallywag. Photo by Konrad Frost/Volvo Ocean Race. 15 January, 2018.

Mesmo após ter um tripulante na água após o incidente, o Sun Hung Kai/Scallywag segue com vantagem na liderança da quarta etapa da Volvo Ocean Race, percurso entre Melbourne e Hong Kong. No placar desta segunda-feira (15), o barco de Hong Kong segue com mais de 70 milhas náuticas para o segundo colocado, o Vestas 11th Hour Racing. A previsão para a linha de chegada está em 19 de janeiro.

A estratégia de cortar caminho pelas Ilhas Salomão foi fundamental para a equipe que, mesmo com o incidente com o tripulante Alex Gough, segue com distância confortável! Nas 24 horas anteriores, o Scallywag acelerou ainda mais fazendo 504,7 milhas, 25 milhas a mais do que o Vestas 11th Hour Racing.

“Alguns dias atrás perdemos milhas e por isso tentamos algo diferente”, explicou John Fisher, tripulante do Scallywag. “Durante o último dia, esta opção começou a dar frutos. É muito positivo não estar na parte de trás da flotilha, mas sabemos que tudo pode mudar. Hong Kong é a nossa cidade, por isso para nós obter um bom resultado seria muito bom”.

O time do MAPFRE, que lidera a competição, vê com bons olhos uma possível vitória de Hong Kong para deixar os chineses do Dongfeng Race Team mais distantes.

“[Uma vitória para o Scallywag] seria boa para eles, mas também para nós”, disse Rob Greenhalgh. “Com um ponto de bônus disponível para o ganhador da etapa, o melhor para nós era que Vestas e Dongfeng não vencessem”.

Os ventos alísios de nordeste agora dominam a subida para Hong Kong, limitando as opções táticas disponíveis para as equipes.

Autor: Flávio Perez

Flávio Perez é jornalista esportivo e gestor de esportes.

Compartilhe: