Volvo Ocean Race: regata equilibrada na Oceania

06/01/2018 23:31

Líderes Dongfeng Race Team e team AkzoNobel já olham adversários no retrovisor depois de vantagem confortável no Mar de Coral.

Perna da Volvo Ocean Race entre Melbourne e Hong Kong deve ter mais 10 dias.

 

A flotilha passa nesse momento na linha de Vanuatu e Nova Caledônia.

O próximo ponto chave da quarta etapa será contornar Salomão e outras pequenas ilhas do Pacífico.

“Teremos uma provável junção da flotilha. Pode ser um reinício da etapa e para isso precisamos estar prontos à medida que a batalha para os novos ventos alísios começa”, contou o navegador do Vestas 11th Hour Racing, Simon Fisher.

Os atletas precisam ficar atentos no radar ao número muito grande de recifes. Nessa região também entra os chamados Doldrums, zona com ventos inconstantes perto da Linha do Equador.

“Estamos trabalhando duro na regata, que passou de ser técnica para uma prova de linha reta. Estamos todos muito tranquilos e satisfeitos com o desempenho”, disse Simeon Tienpont, skipper do AkzoNobel.

A previsão do tempo para os próximos dias indica que o vento deve cair de velocidade, o que pode trazer ainda mais equilíbrio para a quarta etapa da regata de Volta ao Mundo.