Home Opinião Projeto Municipal “Ficha Limpa”

Projeto Municipal “Ficha Limpa”

Pensamento do Dia: “Praticar o bem, abster-se do mal e purificar seus pensamentos, são os mandamentos de todo iluminado” (Buda)

Aprovado em Chapecó, um grande avanço à ética e à moral do serviço público. Disciplina a nomeação para cargos em comissão do Poder Executivo e Legislativo. Não poderão exercer cargos municipais pessoas que tenham contra si representação julgada ou procedente pela justiça eleitoral, em processo de apuração de abuso do poder econômico ou político, condenadas por crimes contra economia popular, fé pública, administração e patrimônio público.

Também ficam impedidas
De exercer cargos na prefeitura ou legislativo pessoas que cometeram crimes contra o patrimônio privado, sistema financeiro, mercado de capitais e os previstos na lei que regula a falência, contra o meio ambiente e saúde pública, abuso de autoridade, lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores, tráfico de entorpecentes e drogas, racismo, tortura, terrorismo e crimes hediondos, dentre outros.

Na verdade
Isso deveria ser condição básica para o exercício de qualquer cargo público. Tomara que a lei “pegue” e não vire letra morta, como tantas leis que existem. Se a lei for cumprida ao pé da letra, aí sim, pode ter certeza que funcionará. Isso tem que começar a virar realidade no Brasil. Para mudarmos um país, é preciso começar a mudar o próprio quintal. Deveria começar a ser implantado em todos os municípios.

Início do governo Dilma
No nosso país, há muito vem se divulgando uma imagem de milagre da recuperação do salário e do poder de compra do trabalhador, sem mostrar a verdadeira imagem da inflação que já começa a corroer a economia. A presidente Dilma está no caminho de frear as possíveis distorções e ufanismos do governo passado. Tem apresentado postura recatada e cuidadosa diante dos desafios de governar uma nação rica que não amadureceu ainda. Resta saber se isto vai continuar!

Sem pensar nos catarinenses
Os senadores catarinenses parecem não estar muito conectados com a realidade política nacional. Luiz Henrique da Silveira (PMDB), Casildo Maldaner (PMDB) e Paulo Bauer (PSDB) têm feito sistemática oposição à presidente Dilma Rousseff (PT), andando com isto na contramão do Congresso Nacional.

Na prática falam para as paredes
Já que o governo tem maioria esmagadora no Senado Federal. No resumo da ópera, a única coisa que têm conseguido até agora é não serem atendidos pelos ministros de Dilma, o que é uma lástima para nosso estado. LHS deveria pensar melhor nesta questão e olhar os catarinenses que o elegeram por oito anos.

Garrafas PET
Convivemos com o envenenamento do nosso planeta pela poluição. A terra, o ar e a água sofrem em nome do prazer e da diversão. As fotos de embalagens plásticas poluindo os rios não comovem a população ignorante, que não percebe, ou não quer perceber, que esses refrigerantes, embalados em plástico, são puro açúcar, verdadeiro veneno. E a natureza não tem como eliminar esse lixo. Por que, afinal, não proíbem a comercialização dessas garrafas?

Tire esta pedra do seu caminho
Precisamos unidos conscientizar mais pessoas e famílias sobre a importância no combate à droga e principalmente ao crack, mal que hoje assola as famílias das cidades e também do campo que veem o poder destrutivo deste entorpecente. Portanto, vamos propagar: “Crack, tire essa pedra do seu caminho”.

Falta respeito a cadeirantes
Em São Paulo, a deputada Mara Gabrilli, cadeirante, esperou duas horas para desembarcar. Ela apenas passou por constrangimento igual ao que outras pessoas passam todos os dias em todas as cidades que não têm respeito pelos deficientes. Ela, sendo uma deputada, poderia fazer alguma coisa para melhorar a situação dos cadeirantes e de outros deficientes.

Produção de veículos
A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) divulgou dados sobre a produção de veículos em território nacional. A indústria automobilística nacional fechou 2010 com mais de 3,6 milhões de veículos produzidos.

Transporte público
Em qualquer país onde exista um governo mais preocupado com o bem-estar da população do que com o lucro das fábricas de automóveis, o transporte público é de boa qualidade.

Mínimo e Bolsa-Família
O Bolsa-Família terá reajuste de até 45,5%, de acordo com a presidente Dilma. Interessante é que para aumentar o salário mínimo não tem dinheiro, mas tem para aumentar a “bolsa política”, que nada produz, apenas aumenta o índice de pessoas que se encostam e deixam de trabalhar para fazer filhos e aumentar sua renda, deixando os filhos depois nas ruas.
 

Compartilhe: