Home Opinião Desabafo

Desabafo

Pensamento do Dia
“O que torna um sonho irrealizável é a inércia de quem sonha!!!” (Márcia Ribeiro)

De senador petista a um colega do PDT sobre a relação da bancada com Dilma: Em três meses, ela não recebeu até agora nenhum dos 15 senadores do partido. Acha que é perda de tempo.

Importância
Claudio Vignatti terá um papel importante na secretaria executiva do ministério de Relações Institucionais. Vignatti será o interlocutor do governo na câmara e no senado, além de atender todos os prefeitos do Brasil.

Porto de Itajaí
De suma importância para o oeste catarinense, exportando o que é produzido aqui para o mundo inteiro. O ministro dos Portos, Leônidas Cristino, assinou, em solenidade no auditório do porto, ordem de serviço para o início dos trabalhos de dragagem de aprofundamento no complexo Portuário de Itajaí. As obras, previstas no programa Nacional de Dragagem (PND), serão feitas com investimentos da secretaria dos Portos e recursos do programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O orçamento é de R$ 56 milhões.

A dragagem
Aumentará a profundidade do canal de acesso de 11 para 14 metros. A mudança permitirá que o porto receba navios maiores, com capacidade para até 600 contêineres carregados. Com esta profundidade, o porto passa a se tornar viável no contexto de aportagem internacional. O porto de Itajaí vai crescer muito mais do que já está crescendo. A previsão é que os trabalhos comecem ainda este mês e tenham duração de seis meses.

Segurança pública
O deputado Mauricio Eskudlark requereu à comissão de Segurança Pública da assembleia legislativa a realização de audiência pública, em Chapecó, em abril, com o objetivo de discutir questões ligadas à atuação e aumento do efetivo das polícias Civil, Militar e do corpo de Bombeiros da região oeste. Maurício justificou que a região oeste é a que possui o maior número de municípios do estado (118), concentrando quase 20% da população de SC.

Xô, CPMF!
Pesquisa feita pela confederação Nacional da Indústria (CNI), em dezembro e divulgada agora, com 81% dos entrevistados pelo Ibope, mostra que a baixa qualidade dos serviços de saúde é resultado da má utilização dos recursos públicos. E 72% foram categóricos: são contra a recriação da CPMF.

Combustíveis
Os postos já alteraram os valores: Etanol 9% mais caro, custando em média R$ 2,60; a gasolina 2% mais elevada em torno de R$ 2,85. Estes aumentos contribuíram para o reajuste do gás. Com isto, aumenta o valor do frete, em torno de 7%, com cada botijão R$ 3 mais caro. Este gás de cozinha aumentou o preço duas vezes em quatro meses. E aí querem me dizer que a inflação está sob controle?

Aumento nos remédios e aluguéis
A Anvisa autorizou reajuste de 6,01% no preço dos medicamentos a partir de 31 deste mês. Cerca de 24 mil medicamentos estão sujeitos a correção nos preços. Aluguéis também terão aumento: o IGP-M, usado no reajuste dos contratos de locação, teve variação de 0,59%. No ano, acumula alta de 2,40% e nos últimos 12 meses atinge 10,91%. Portanto, barbas de molho. A inflação está chegando.

Garoto-propaganda
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será utilizado pelo PT para conquistar o apoio da sociedade em quatro propostas que o partido vai defender na comissão encarregada de elaborar um anteprojeto da reforma política. Os petistas defendem o voto proporcional em lista fechada, o fim das coligações proporcionais, a fidelidade partidária e o financiamento público de campanha. O voto em lista, no entanto, enfrenta a oposição de alguns parlamentares, sobretudo os tucanos, que preferem o voto distrital.

Ferrovias em SC
O deputado estadual Dirceu Dresch, líder do PT na assembleia legislativa, participou da instalação da frente Parlamentar Mista das Ferrovias no Congresso Nacional, que será presidida pelo deputado federal catarinense Pedro Uczai (PT). Dresch já requereu a reativação da mesma frente no parlamento catarinense, a qual deve ser instalada no mês de abril, com o apoio de todas as bancadas do legislativo.

Duas frentes
O movimento pró-ferrovias tem o objetivo de ter as duas frentes, a catarinense e a nacional, trabalhando de forma articulada para que o tema ferrovias fique vivo e constante na pauta política e na agenda do desenvolvimento do Brasil e de Santa Catarina.
 

Compartilhe: