Home Notícias Voz do Povo Árvores da praça são detonadas por peões

Árvores da praça são detonadas por peões

Árvores da praça são detonadas por peões

O cadeirante Janilton Francisco está revoltado com os peões da empresa Ambiental e da secretaria de Obras de Itajaí que roçam a praça Gregório Cristino da Silva, no loteamento Jardim Esperança, bairro Cordeiros, em Itajaí.
Os trabalhadores usam roçadeiras com naylon para cortar a grama e acabam “anelando” asárvores, que não resistem aos ferimentos e morrem.
O naylon das máquinas acerta o caule da árvores, fazendo ele descascar. Com isso, a planta fica frágil e definha. “Há seis anos plantamos árvores na praça e não conseguimos sentar na sombra porque elas nunca crescem”, conta Janilton.
O morador diz que o estrago nas árvores é feito tanto pela Ambiental quanto pela secretaria de Obras. “Será que um dia vamos sentar embaixo de uma sombra da árvore e ficar em paz? As crianças já cresceram e as árvores continuam pequenas,” reclama.
O cadeirante diz que quando vai reclamar para os peões sobre o problema, acaba sendo xingado e só não apanha porque os moradores do bairro o defende.
O DIARINHO conversou com a prefeitura, que ficou de alertar os funcionários da empresa e da própria secretaria sobre os cuidados com as árvores na hora de roçar a grama.

Compartilhe: