Home Notícias Política Diz que recebeu prefa na caca

Diz que recebeu prefa na caca

Falta de dinheiro em caixa, prédios detonados, máquinas e veículos estragados tão na lista de reclamação do prefeito

João Batista
geral@diarinho.com.br

Máquinário quebrado, veículos sem condições de uso, pouco dinheiro em caixa, computadores detonados, prédios com infiltrações e rachaduras, escolas com goteiras e ambulâncias precisando de conserto. São esses e outros problemas que o novo prefeito de Penha, Aquiles da Costa (PMDB), diz que ganhou como “herança” de seu antecessor, Evandro Eredes dos Navegantes (PSDB). O caso vai ser levado ao ministério Público, avisa o atual prefeito.
Os problemas são tão graves, aponta Aquiles, que a comunidade vai ter que ter paciência até que os serviços públicos voltem ao normal. “Não imaginava pegar a prefeitura desse jeito”, afirmou, surpreso com a situação, que classificou como caótica.
A secretaria de Obras, responsável pela manutenção das ruas é uma das mais desfalcadas. Dos sete caminhões, apenas um tá em condições de uso. A mesma coisa com as máquinas retroescavadeiras. Das quatro, só uma tá operante. Com as patrolas, a situação é parecida. Das três máquinas, apenas uma tá funcionando.

Carros sem bateria e sem pneus
Os carros usados pelos fiscais e servidores também foram deixados sem bateria e faltando pneus, informou o prefeito. Além disso, a máquina mini-carregadeira e cinco roçadeiras da secretaria de Obras estão quebradas.
Com a falta dos veículos, afirma Aquiles, tá complicado atender os pedidos da comunidade por obras de manutenção. “Estamos nos organizando para conseguir atender a todos”, ressalta.
Ele diz que pretende fazer mutirões com as máquinas disponíveis, enquanto programa o conserto nos demais equipamentos. “Vamos ter que fazer um trabalho de recuperação. Precisamos de um tempo para colocar essas coisas em dia pra poder prestar um serviço de qualidade à população”, observa Aquiles.
O prefeito da Penha contou que, no período de transição, teve várias reuniões com o ex-prefeito e vários relatórios foram entregues. “Mas você só tem a real percepção quando tá dentro. O que vimos é um relaxamento ao extremo”, acusa.
O DIARINHO não conseguiu contato com o ex-prefeito Evandro dos Navegantes.

Vai se queixar ao Ministério Público
Aquiles diz que a controladoria do município tá fazendo um levantamento dos equipamentos estragados, dos prédios com a estrutura física danificada e das contas da prefaprefeitura para listar as prioridades neste início de governo e também apontar as responsabilidades do ex-prefeito com o patrimônio público.
O relatório, segundo o novo prefeito de Penha, será encaminhado ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). “Para que, a partir daí, sejam tomadas as providências cabíveis”, aponta.

Evandro deixou só R$ 12 mil em caixa
Até o final do mês, Aquiles também quer levantar as dívidas deixadas pela administração anterior. São pelo menos R$ 12 milhões da Casan e metade dos salários dos professores admitidos em Caráter Temporário (ACTs) referente a dezembro.
A atual administração também tá vendo quanto tem em caixa. O relatório da gestão anterior informava R$ 60 mil, dos quais só R$ 12 mil foram confirmados até agora.
Com o caixa mirrado e orçamento previsto menor que o do ano passado, o prefeito decidiu cortar gastos e evitar despesas. Ao menos até julho, prefeito, vice e secretários terão uma redução de 30% no salário.
Cargos comissionados também foram cortados e seis secretarias ficarão sem chefões, sendo comandadas por diretores, a maioria efetivos. “Nós estamos dando o primeiro passo. Não podemos cobrar austeridade e economia dos nossos servidores, se nós não darmos o exemplo”, disse Aquiles.
O prefeito ainda pretende revisar valores de aluguéis e cortar despesas com equipamentos, combustível, energia e telefone.
A estimativa é de economizar R$ 2,5 milhões em seis meses com as medidas de contenção de despesas.

Situação feia na Saúde
Rachaduras, mofo, infiltrações, vidros e lâmpadas quebrados, telhados com goteiras. Estes são alguns dos problemas identificados não apenas no prédio da prefeitura, mas também em sedes de secretarias, escolas e postinhos de saúde.
Na secretaria de Saúde, o novo secretário, que é o vice-prefeito Lindomar Schulle, encontrou paredes mofadas e
instalações insalubres, inadequadas para atender o povão. Isso, tanto na sede da secretaria quanto nos postinhos.
O prefeito também informou que foram encontrados remédios vencidos ou perto do vencimento na farmácia municipal. Das três ambulâncias, só uma funciona e, entre os 12 carros de apoio, metade estão precisando de reparos.
Equipamentos e computadores da Saúde também foram encontrados sem condições de uso. A mesma situação de abandono foi verificada pelo prefeito em escolas e no prédio da secretaria de Educação. Os locais tavam com computadores sem funcionar, goteiras, banheiros estragados e portas sem trincos.

Compartilhe: