Home Colunistas Coluna do Bob Fernandes Sobre otários, bobos, a corte, e a escolha de culpados e inocentes

Sobre otários, bobos, a corte, e a escolha de culpados e inocentes

Marcelo Odebrecht disse se sentir no papel de “otário” e “bobo da corte do governo”

– Executivos da Odebrecht interrogados. Ao juiz Moro, Fernando Barbosa afirmou ser o ex-ministro Palocci o “italiano” citado em documentos da empreiteira. Barbosa informou não conhecer pessoalmente e não ter tratado qualquer assunto com Palocci.
v v v
– Claudio Melo, Alexandrino Alencar e Hilberto Mascarenhas foram ouvidos por Herman Benjamin, do TSE. Processo sigiloso. Depoimentos vazaram minutos depois da audiência.
v v v
– Este processo decidirá se Temer será cassado e se Dilma se tornará inelegível. Claudio Melo, ex-vice da Odebrecht, reafirmou a Herman Benjamin: em reunião no Jaburu, maio de 2014, Temer teria pedido “apoio financeiro” para o PMDB.
v v v
– “Apoio” na ordem dos R$ 11,3 milhões. Ou R$ 10 milhões; há controvérsias. Alexandrino disse que Edinho Silva, tesoureiro petista, “sugeriu” doação de R$ 30 milhões via Caixa II. Como no pós-depoimento de Marcelo Odebrecht teremos, via manchetes, variadas versões. Culpados ou inocentes ao gosto do freguês.
v v v
– Como se sabe, no mundo real empreiteiras financiavam grandes, médios e pequenos partidos. Com doações declaradas ao TSE. Para a Lava Jato parte dessas doações legais seria propina disfarçada.
v v v
– Empreiteiras pagavam também via Caixa II. Com “naturalidade”, confessou Marcelo Odebrecht. Em resumo, Marcelo informou ter financiado partidos e candidatos com perspectiva de Poder e retribuição.
v v v
– Intenção? A ladainha de sempre: ajuda no meu negócio que ajudo no seu. Campanhas para presidente, governador, prefeito e legislativos. Antes de concluídas, ou mesmo iniciadas investigações, vazamentos e manchetes operam para eleger culpados e inocentes.
v v v
– Ao gosto de cada um se decide quando Caixa II é “limpo” e quando Caixa II é “sujo”. Decide-se quando e para quais candidatos e partidos a doação é propina e quando é só amor ao candidato e ao partido.
v v v
– O dinheiro grandíssimo e poderes formais, informais, e seus porta-vozes, trabalham para escalar quem deve ser condenado ou absolvido. Esse tribunal do topo, multiplicador, poderoso, mira corações e mentes. Busca apontar quem deve sobreviver e quem tem que ser abatido até 2018.
v v v
– Num mundo onde, cada vez mais, ficção é vendida e incorporada como realidade, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos informa… A Odebrecht pagou US$ 1 bilhão em propinas em 12 países.
v v v
– Marcelo Odebrecht disse se sentir no papel de “otário” e “bobo da corte do governo”… no Brasil.
Nos outros 11 países, qual foi o papel?

Compartilhe: